INJEÇÕES FACETÁRIAS E BLOQUEIO DOS NERVOS DOS RAMOS MEDIAIS 

HOME  |  PATOLOGIAS  |  INJEÇÕES FACETÁRIAS E BLOQUEIO DOS NERVOS DOS RAMOS MEDIAIS 

O que é 
Injeções facetárias e bloqueio dos nervos dos ramos mediais?

O American College of Physicians e a American Pain Society recomendam que os pacientes com dor lombar sejam classificados em categorias de dor na coluna para permitir uma abordagem clínica adequada. 

Entre 8% e 12% de todos os pacientes com dor lombar são constituídos por casos crônicos, com queixas que duram mais de três meses. Os distúrbios da articulação facetária podem ser responsáveis por 10% a 50% de todos os casos de dor lombar crônica.  

No entanto, em muitos casos, apenas a história clínica, o exame físico ou exames de imagem como a ressonância nuclear magnética (RNM) não podem identificar as alterações das articulações facetárias, como a origem da dor. 

 

Uma das principais ferramentas para identificar as alterações das articulações facetárias como causa da dor é a verificação de uma resposta analgésica às injeções de anestésico nas articulações zigapofisárias/facetárias ou em seus suprimentos nervosos e os bloqueios do nervo ramo dorsal medial são mais fáceis de realizar (denervação química).  

Como funciona o bloqueio?

 

O poder diagnóstico do bloqueio é baseado na suposição de que anestesiar a articulação facetária ou a cápsula contendo as inervações resultaria no alívio da dor. Um resultado positivo (ou seja, alívio da dor) significaria que a articulação facetária é o local de origem da dor. A técnica de bloqueio do nervo do ramo dorsal medial consiste em bloquear cada um dos ramos mediais que inervam uma faceta acima e uma faceta abaixo de suas raízes correspondentes e também bloquear os músculos multífidos e interespinhosos na região do dermátomo correspondente. 

Vários estudos documentaram as taxas de diagnósticos utilizando apenas utilizado uma pequena quantidade de anestésico aplicada para cada nervo com um volume total máximo de 0,5 ml em cada ponto de acesso.  

As injeções nas articulações facetárias são executadas usando fluoroscopia (radioscopia – raio x online) para orientação, direcionando e posicionando adequadamente a agulha no local programado da dor. 

Uma injeção na articulação facetária é um procedimento relativamente simples e direto e, geralmente, é realizada em um conjunto de procedimentos, sendo no Brasil realizada em centro cirúrgico ambulatorial. 

 

Injeções-facetárias-e-bloqueio-dr-Felipe-Figueiredo.jpg
Injeções-facetárias-e-bloqueio-2-dr-Felipe-Figueiredo.jpg

​Conheça as etapas do procedimento de injeção: 

 

Normalmente, o procedimento é realizado com monitorização cardiovascular e sedação leve, na presença de um anestesiologista. 

 

O paciente deita-se sobre uma mesa de procedimentos e é feita a degermação na pele para que a área a ser testada esteja bem limpa. 

 

O médico trata uma pequena área da pele com um medicamento anestésico. 

 

O médico usa a orientação de raios-X (fluoroscopia) para direcionar uma agulha muito pequena na articulação facetária. 

 

É realizado RX com as microagulhas  nas articulações em que o medicamento está contido dentro da articulação. 

 

Após essa confirmação, uma pequena mistura de anestésico é injetada lentamente na articulação (pode se realizar uma pequena dose local de corticoide 0,1 ml de betemetasona). 

 

A injeção em si leva apenas alguns minutos para configurar a radioscopia, mas todo o procedimento geralmente leva menos de 60 minutos.