TLIF – CONVENCIONAL E MINI-OPEN

HOME  |  TRATAMENTOSTLIF – CONVENCIONAL E MINI-OPEN

TLIF – Convencional e mini-open 

Técnica de TLIF 

TLIF é a sigla em inglês para Artrodese Lombar Transforaminal Intersomática que é realizada para remover uma porção do disco que é a fonte da dor ciática ou lombar. Assim como na Artrodese Lombar Posterior Intersomática (PLIF), enxerto ósseo é utilizado para gerar fusão óssea entre os corpos vertebrais após a retirada do disco.  

Entretanto, o TLIF é baseado na colocação de enxerto entre os corpos vertebrais pelo forame vertebral. O acesso transforaminal, após a remoção das facetas articulares da vértebra, evita a mobilização excessiva ou danos às raízes nervosas durante o procedimento. 

Entenda como é feita a TLIF   

A retirada da maior parte do disco vertebral assim como a retirada dos elementos ósseos da parte posterior da vértebra alivia a compressão sobre a raiz nervosa. O enxerto ósseo ou espaçador colocado entre os corpos vertebrais criará estabilidade e leito ósseo propício para a fusão e, por fim, a consolidação no nível acessado. 

A estabilização da coluna é suplementada por estabilização posterior nas mesmas vértebras através de parafusos pediculares e hastes, conectando estes parafusos. Dessa maneira, além da artrodese/fusão anterior será feita também artrodese posterior (entre as facetas) e lateral (entre os processos transversos), resultando na conhecida artrodese 360 graus. 

TLIF é feito por técnica minimamente invasiva através de afastadores especiais que preservam a musculatura lombar. Microincisões esteticamente menores são a principal vantagem da técnica, além de excelente e rápida recuperação com pacientes retornando à atividade laboral em 12 dias. 

(*) Referências bibliográficas: 
Minimally Invasive Transforaminal Lumbar Interbody Fusion in the Outpatient Setting 
Emami A, Faloon M, Issa K, Shafa E, Pourtaheri S, Sinha K, Hwang KS. 
Orthopedics. 2016 Aug 1:1-5. doi: 10.3928/01477447-20160721-04 
Minimally invasive transforaminal lumbosacral interbody fusion 
Chang PY, Wang MY. 
Neurosurg Focus. 2016 Jul;41 Video Suppl 1:1. doi: 10.3171/2016.2.FocusVid.1694. 
Minimally invasive transforaminal lumbar interbody fusion-indications and clinical experience 
Hari A, Krishna M, Rajagandhi S, Rajakumar DV. 
Neurol India. 2016 May-Jun;64(3):444-54 
Minimally Invasive Transforaminal Lumbar Interbody Fusion Using Expandable Technology: A Clinical and Radiographic Analysis of 50 Patients 
Kim CW, Doerr TM, Luna IY, Joshua G, Shen SR, Fu X, Wu AM. 
World Neurosurg. 2016 Jun;90:228-35 
Minimally Invasive Transforaminal Lumbar Interbody Fusion for Isthmic Spondylolisthesis: In Situ Versus Reduction 
Fan G, Gu G, Zhu Y, Guan X, Hu A, Wu X, Zhang H, He S. 
World Neurosurg. 2016 Jun;90:580-587 

Para saber qual o melhor tratamento indicado para sua patologia, o paciente deve sempre procurar um médico especialista.